quarta-feira, 21 de setembro de 2011

O Jardim

"Um jardim faz-se de luz e sons - as plantas são coadjuvantes."
(Burle Marx)

Como usar o Prezi? Parte I

Vídeo elaborado para explicar como devemos usar o Prezi
video

Como usar o Prezi? Parte II

video

PREZI

O Prezi é um dos mais novos sofwares para apresentação.Muito versátil, é capaz de entreter o público, embora,para isso é preciso também a capacidade do apresentador.
O Prezi pode e deve ser usado por professores, alunos e palestrantes, servindo inclusive para apresetar projetos a longa distancia, uma vez que por estar na rede é acessado em qualquer lugar onde haja acesso a internet.


Para conhecer mais sobre essa nova ferramenta de trabalho acesse www.prezi.com e inscreva-se.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Jardim flutuante é promessa para a limpeza de rios

O visionário Vincent Callebaut criou um jardim flutuante que pode limpar os rios mais poluídos do mundo através da bio-filtragem. Physalia é um ecossistema auto-suficiente, que usa painéis solares, cobertura verde e camadas de dióxido de titânio – o que reage com os raios ultravioletas e permite a limpeza das águas.



Além disso, uma quantidade de água é filtrada através das plantas existentes no jardim flutuante. A energia usada para que o “barco” se movimento é renovável e produzida por hidroturbinas.



Physalia ainda é um apenas conceito, mas caso venha a ser construído, o jardim deverá percorrer as águas dos rios Danúbio, Renno, Volga e Tigre. Quem sabe mais tarde o rio Tietê também seja incluído no percurso!


domingo, 4 de setembro de 2011

Projetos FAAL: Corporativo


Nesse projeto de interior da loja Peugeot Marché, em Limeira - São Paulo, inspiradas pela marcante história da empresa, a idéia foi criar um ambiente para satisfazer clientes e funcionários a fim de proporcionar um clima agradável e receptivo. Como a Peugeot trata-se de uma marca fortemente solidificada e confiante, focalizamos nestes dois adjetivos da empresa e encontramos aquele que consideramos o conceito exato para o desenvolvimento do presente projeto: tradição. Como este é um conceito intangível, não há condições, por exemplo, de implementá-lo dando forma a um mobiliário.Assim, estudamos a possibilidade de implementá-lo,então, de forma substancial através de um espaço memorial que conta através de textos, fotos e vídeos, toda a trajetória da empresa francesa.



Ao iniciarmos nosso projeto, partimos para a resolução do nosso principal problema: falta de circulação de ar no interior da concessionária. Uma vez já definido que a clarabóia feita de vidros e brises fixos resolveria o problema citado, deu-se início a uma série de pesquisas referente à elaboração e colocação de tal material no interior do prédio. Definimos então a dimensão e posicionamento que esta deveria ocupar, ressalta-se neste ponto, ser de extrema importância tais estudos uma vez que mal posicionado ou então com dimensão errônea, não seria possível sanar o problema de circulação de ar e desta forma, não faria sentido algum o projeto como um todo.


Estudos cromáticos:
Realizamos dois estudos Cromáticos na intenção de optar por um deles. Partimos de dois pensamentos totalmente opostos: o primeiro, uma vez que mantivemos alguns pontos do projeto Blue Box, era manter a relação de cores já utilizada pelo Peugeot, ou seja, fazer uma relação monocromática da cor azul- onde, utiliza-se a matiz específica e a derivação de seus tons. A imagem a baixo foi utilizada no estudo de caso para responder a questão, levantada pela professora Renata La Rocca,quais as cores nos utilizaríamos para relacionar a marca.
Optamos em representar nossa resposta com esta imagem, pois além do uso monocromático da cor azul dá- se a sensação, através do jogo de brilho existe na imagem, a presença sutil do tom prateado, o qual remete bastante com a marca Peugeot.

Porém, apesar de acharmos que esta seria a perfeita relação de cores para nosso projeto, ao estudarmos- o com mais esmero, optamos por sutilmente eliminar a presença apenas da cor azul, pensando nisso, fazendo uso da reforma realizada no café complementamos aos tons de azul, tons alaranjados. Utilizando-nos dos retratos existentes no espaço café, nas cores sépia, assim como as pastilhas empregadas no balcão que também derivam do tom alaranjado, obtivemos um estudo cromático complementar que varia entre o azul da logomarca da empresa com os tons alaranjados empregados no espaço mencionado.





Este, a baixo, é a representação de um expositor cuja principal função é destacar um produto, no caso, um modelo de veículo, dos demais. O design curvo nos foi possível através da elaboração deste equipamento com o Corian.
Este material possibilita a criação de soluções inovadoras uma vez que pode adquirir, praticamente, qualquer forma, podendo ser curvada, como é no caso do projeto para a Peugeot, quando aquecida através de moldagem ou usinagem. Assim que esfria dentro do molde já está em seu formato final e pode ser desenformada.
Na parte interna do equipamento, através da tecnologia de reprodução de vídeos e imagens, serão obtidas informações quanto ao modelo como especificações e opcionais de série. Para o setor de merchandising da Peugeot, este será um ótimo aliado para fixar a imagem e rentabilidade do produto.
A dimensão do expositor é de 4,60X 4,29x 2,10m.


Mobiliário desenvolvido pelos alunos e empregados no projeto.A aluna Idianara desenvolveu o projeto de uma cadeira interativa que estrá no espaço memorial, as alunas Patrícia e Talita desenvolveram mobiliários que estarão presentes no espaço Kid´s e eu desenvolvi um painel interativo que conterá as informações de cada modelo Peugeot.Os clientes poderão além de ter acesso a informação dos modelos escolher itens como roda, estofados, etc.

Proposta de nova fachada: a idéia não é intervir na arquitetura mas somente alterar os materiais de revestimento

Imagem renderizada do espaço café.

Imagem renderizada do espaço de atendimento ao cliente


Imagens renderizadas do espaço memorial - aproposta é criar um espaço que além de contar toda história da marca também servirá como uma confortável sala de espera para clientes.




Imagens renderizadas da claraboia: proposta para sanar a falta de circulação de ar no interior do prédio.



Imagens renderizadas do espaço da loja.



sábado, 3 de setembro de 2011

Só imaginem....


Este espaço, sem este jardim!!!

Vale pensar...


"Acho muito bom a pessoa se recolher e ficar pensando em si mesma, conversando com esse ser que tem dentro dela, que é nosso sósia, né? Eu converso com ele a vida inteira."(OSCAR NIEMEYER)

Projetos FAAL: Residencial

A dupla Rose e Talita tinham como objetivo desenvolver o projeto de interiores residencial para o cliente Tiago Leme




Bancário nas horas vagas como costuma dizer, Tiago tem verdadeira paixão pela música.O vocalista da Banda Pantro,ainda tem um outro forte hobby: coleção de miniatura de carros.





Para o desenvolvimento deste projeto adotamos como conceito o EU, muito forte e marcante nas atitudes do cliente.Para melhor entendimento elaboramos o painel sêmantico ao lado.




Estudo de caso



Vivemos nos dias atuais um aquecimento no mercado imobiliário. São casais ou apenas jovens buscando sua independência. Com o crescimento abundante de pessoas, foi preciso adaptar as cidades para que a população se acomodasse nos centros urbanos. Foi então que houve o surgimento de novas estruturas para prédios residenciais. Hoje, encontramos apartamentos mais compactos, mesmo os com maior número de quartos. Para que a população não se assustasse com o impacto causado pela diminuição na área dos apartamentos, e os problemas que esta causa para acomodação e conforto no interior dos apartamentos, construtoras tem adotado como marketing a elaboração de plantas humanizadas com mobiliário em escala reduzidas ou com medidas fora do padrão comercial, tornando-se um pequeno problema para a população uma vez que nem todos têm condições financeiras para mobiliar sua residência com móveis planejados.









A partir da idéia de criar ambientes onde se encontrasse o EU do cliente, projetamos espaços harmônicos, porém com toques que remetessem ao pessoal de Tiago, representados através do bistrô, ao invés de uma mesa de jantar clássica, proporcionando um ambiente despojado, solicitado pelo cliente para recepção de amigos. Ainda na sala, foi pensado para ornamentação, telas de músicos, entre elas a representação de uma vocalista, o que está literalmente ligado ao cliente. O escritório é o ponto chave do projeto. É neste espaço que intensificamos o conceito adotado por nós. Encontram-se no ambiente características marcantes do nosso cliente: como o gosto pela música e pela coleção de miniaturas.A tela projetada para o espaço completa nossa linha de pensamento, trata-se da representação do cliente através de uma pintura não acadêmica, tornando-se assim mais jovem e atual.Com este objeto acreditamos alcançar o ponto máximo da implementação do conceito no ambiente projetado.














Desde o início do projeto, nossa preocupação constituía-se no fato de trabalharmos com espaços estreitos, sem poder fazer alterações na paginação de teto e piso e na estrutura do apartamento, mas mesmo assim, oferecer ao cliente, ambientes amplos afim de que ele possa receber seus amigos de uma forma confortável,despojada e prática , uma vez que esta é uma solicitação do cliente.
Nosso desafio se iniciou quando observamos que não havia espaço para uma mesa na cozinha fazendo com que tivéssemos que dividir o ambiente destinado a sala de T.V, que por sua vez é a única entrada do apartamento e o local onde o cliente receberá seus amigos, com um espaço para as refeições. Foi então que nos surgiu à idéia de nos utilizarmos do sofá, para dividirmos, esteticamente, estes espaços. De um lado, então, teríamos um conjunto de jantar, e do outro, uma sala para recepção e T.V.
O escritório por sua vez, é relativamente amplo, pois o cliente não necessita de armários por não ter muitos objetos a serem guardados uma vez que já se utiliza dos armários do dormitório. Neste caso, como o cliente é extremamente ligado a família e prefere deixar os outros quartos livres para poder acomodar os parentes quando o vierem visitar, a idéia é reunir, no escritório, todos os objetos que lhe dão prazer e que os fazem relaxar. São a coleção de miniaturas de carros e a paixão pelos seus instrumentos musicais. Isto tornaria o escritório um lugar de refúgio e os demais espaços funcionais.








Quando iniciamos a construção das maquetes física e eletrônica, observamos que a idéia sugeria para a sala de T.V. poderia ser aperfeiçoada para um melhor aproveitamento do espaço. O fato é que nossa idéia até então proposta, não era a mais conveniente para o ambiente, pois este se tornaria ainda mais estreito dando uma sensação de sufoco. Então, nos veio em mente à idéia de ao invés de “cortarmos” a sala com o sofá, posicioná-lo de outra forma para termos um melhor aproveitamento do espaço. Com isso, nos veio à mente também substituir a clássica mesa de jantar por um bistrô, tornando o espaço amplo, moderno e principalmente, jovem e casual, o que remete muito ao perfil do nosso cliente. As demais propostas não sofreram qualquer alteração.






Layout





Vista superior maquete eletrônica - Sala



Vista Superior maquete eletrônica - escritório/cozinha





Maquete física

Projeto FAAL: Loft

No segundo semestre do curso, agora com a professora Clarissa, nosso grupo também mudou.
Idianara, Rafael, Rose e Talita.
O objetivo da disciplina era desnvolver o projeto de interiores de um loft.





Nossa Cliente!!!!
:: Claudia M. Cardoso-Fleck é designer gráfica, artista digital e educadora. É Mestre em Belas Artes em Arte Computacional pela Escola de Artes Visuais de Nova Iorque. De origem brasileira, interessa-se pela forma como a sociedade percepciona e relaciona a espiritualidade com a beleza, a consciência e o tempo. Interessa-se pelo estudo da cibernética, tecnoética e moistmedia como meios para activar a consciência e o auto conhecimento físico e espiritual, bem como processos educacionais e abordagens que fomentem nas novas gerações a aprendizagem e percepção de si mesmas.

Através do Briefing, chegamos ao conceito:Ampulheta


De origem romana, a ampulheta (redoma), é um dos meios mais antigos de medir o tempo. Constitui-se de dois recipientes cônicos ou cilíndricos transparentes ligados por um pequeno e estreito orifício onde se passa uma quantidade determinada de areia, esta, especificamente, responsável em marcar o tempo. Escolhemos este objeto, pois acreditamos que este represente muito o estilo de vida de Cláudia. Esteticamente simples, a ampulheta traz consigo o grande complexo de simbolizar, de certa forma, a transitoriedade da vida.





Fotos do Loft















Com o surgimento de novas necessidades, houve um aperfeiçoamento na idéia da porta do banheiro. De início, havíamos pensado em uma porta de correr, mas a proposta foi descartada uma vez que o modelo não se adequou ao espaço. A área reservada para a exposição do Mixing Realities e o armário de apoio na área de serviço não sofreram alterações. Com a planta baixa em mãos, fomos estudando ponto a ponto quais seriam as alterações a serem realizadas e com isso chegamos ao nosso projeto final. Além das alterações citadas acima, incluímos na proposta a criação de um armário no dormitório já que a cliente não se adapta a idéia do closet. Partindo para os próximos pontos, sugerimos a criação de uma cozinha funcional, de um espaço Fitness, de um Home Office e de uma charmosa sala de estar. Finalizando o projeto, pensamos em bancadas de apoio para que Cláudia pudesse utilizá-las da forma que melhor conviesse a partir de qual atividade estivesse realizando no momento.
Desde o início do projeto, o grupo atentou-se ao fato de que seria preciso um novo layout para o loft. Uma das regras impostas para execução do projeto é a criação de um ambiente para exposição do projeto de Cláudia - “Mixing Realities”. Como já citamos anteriormente, a localização da porta do banheiro, assim como a disposição dos objetos em seu interior implicavam em uma má organização física fazendo com que o ambiente perdesse espaço. Outro ponto, pensado por nós, é o fato de que não há nenhum tipo de separação e assim nenhum tipo de privacidade no que diz respeito à área de serviço, esta que dá acesso a entrada do banheiro. Pensando nesta privacidade, mas não nos esquecendo da idéia de ambientes amplos, imaginamos a criação de um armário que ajudaria no isolamento visual deste ambiente e serviria como apoio no armazenamento de utensílios e produtos.